27.11.12

Um monstro no Espaço Alkantara

"Monstro (parte 1: Calamidade)" é uma criação em progresso do Teatro do Vestido e foi apresentado pela primeira vez na edição deste ano do Citemor, em Agosto. Tem agora estreia marcada para hoje, 27, no Espaço Alkantara, em Lisboa


(Vídeo de Hugo Barbosa e Pamela Gallo)

A obra é a primeira parte de um projecto dividido em três (1: Calamidade; 2: Hecatombe; e 3: Apocalipse), em que o colectivo expõe a situação económica e social em que Portugal se encontra, entendendo que "este é o momento para fazer teatro sobre isto". "A 'isto' chamámos calamidade, e ao conjunto de calamidades que nos trouxeram até aqui, chamámos monstro", lê-se na sinopse da obra. O espectáculo está em cena no Espaço Alkantara, em Lisboa, de 27 de Novembro a 2 de Dezembro, às 21h30.
A mais recente criação do Teatro do Vestido foi apresentada em Agosto, em Montemor-o-Velho, e na extensão do Citemor a Madrid, em Outubro passado.

21.11.12

Rafael Alvarez e Elena Córdoba estreiam obras apresentadas no Citemor

No próximo fim-de-semana, o festival dá continuidade à sua presença em Lisboa e em Madrid com a estreia de duas obras que tiveram uma primeira apresentação em Montemor-o-Velho


(Vídeo de Hugo Barbosa e Pamela Gallo)

Reconhecido por proporcionar um primeiro encontro de obras com o público – espectáculos ainda em fase de criação, antestreias ou estreias absolutas –, o Citemor desempenha um papel fundamental enquanto produtor de novas obras, permitindo levantar o véu sobre a temporada seguinte. “sweetSKIN”, de Rafael Alvarez, e “Atlas, el gigante y la vértebra”, de Elena Córdoba, apresentados na edição deste ano do festival como antestreias, estreiam agora em Lisboa e Madrid, respectivamente. “sweetSKIN” fez ainda parte da programação da extensão do Citemor a Madrid, em Outubro, e a mais recente criação da bailarina e coreógrafa espanhola decorre agora no âmbito do XXVII Festival Internacional Madrid en Danza.
Um encontro improvável entre a personagem de um skinhead com as Suites para Violoncelo Solo de Bach. É isto que nos sugere Rafael Alvarez. O bailarino e coreógrafo português, acompanhado pelo violoncelista Nuno Abreu, procura reflectir sobre os nossos modos de ver e perspectivar a realidade, desenvolvendo algumas ideias-chave relacionadas com o papel dos estereótipos, dos preconceitos e dos equívocos face à representação do corpo e da identidade. O espectáculo decorre nos dias 23 (21h) e 24 de Novembro (19h), no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.
O Teatro Pradillo, em Madrid, acolhe “Atlas, el gigante y la vértebra”, a mais nova criação da bailarina e coreógrafa Elena Córdoba, onde a artista espanhola constrói um paralelismo entre a primeira vértebra da coluna (de seu nome Atlas) e Atlas, o gigante castigado por Júpiter, que o obrigou a segurar o céu para que este não desabasse sobre a terra. A obra, com estreia marcada para os dias 23, 24 e 25 de Novembro, vem no seguimento do projecto “Anatomia Poética” sobre o qual a bailarina e coreógrafa tem vindo a trabalhar nos últimos anos, tendo apresentado no Citemor as obras “La mujer de la lágrima”, “Museos del silencio”, “Todo lo que se mueve está vivo” e “Expulsadas del paraíso.

12.11.12

Branca de Neve viaja para Madrid

O mais recente trabalho da bailarina e coreógrafa espanhola Olga Mesa, "El lamento de Blancanieves", vai ser apresentado entre os dias 14 e 17 de Novembro, no Teatro Pradillo


(Vídeo de Hugo Barbosa e Pamela Gallo)

Depois da apresentação na Culturgest, em Lisboa, "El lamento de Blancanieves", de Olga Mesa, terá agora lugar em Madrid, no âmbito do XXVII Festival Internacional Madrid en Danza. O espectáculo, interpretado pela própria Olga Mesa e pela portuguesa Sara Vaz é uma co-produção entre Portugal (Citemor), Espanha e França e pode ser visto entre os dias 14 e 17 de Novembro, às 21h, no Teatro Pradillo. 
Inspirado no poema de Robert Walser e no filme de João César Monteiro, "El lamento de Blancanieves" foi criada em residência artística em Montemor-o-Velho, em 2010, tendo estreado em Guimarães - Capital Europeia da Cultura, em Março de 2012. 
Ainda no âmbito do XXVII Festival Internacional Madrid en Danza, o Teatro Pradillo acolhe, também, Elena Córdoba e a sua nova criação "Atlas, el gigante y la vértebra", uma obra que teve estreia na edição deste ano do Citemor. O espectáculo decorrerá nos dias 23, 24 e 25 de Novembro. O festival, a decorrer desde 5 de Novembro, é organizado pela Comunidad de Madrid e conta com mais de 50 apresentações de 22 espectáculos diferentes, ocupando a rede de teatros da capital espanhola.

Para mais informações visite os sites do Teatro Pradillo e do XXVII Festival Internacional Madrid en Danza.

7.11.12

Culturgest recebe "O Lamento da Branca de Neve"


A obra de Olga Mesa, criada em residência artística em Montemor-o-Velho, em 2010, e co-produzida com o Citemor, com o Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, FRAC Alsace /Sélestat e o Théatre Pôle Sud de Strasbourg, vai ser apresentada esta sexta-feira, 9, e sábado, 10, às 21h30, na Culturgest, em Lisboa. Inspirada no poema de Robert Walser e no filme de João César Monteiro, Olga Mesa entende Branca de Neve como a morte. "Para mim, um dos aspectos mais curiosos é a convicção que tenho que o César Monteiro conhecia a Branca de Neve de Walser onde às tantas se lê 'em vez de olhar, prefiro escutar'. Quando li essa frase no Walser pensei que o César Monteiro não estava apenas a mandar a lógica da indústria, neste caso do cinema, às urtigas. Está em sintonia com o Walser. A Branca de Neve deles não queria estar neste mundo, estava desinteressada do mundo, como provavelmente César Monteiro estava. Ele realizou mais um filme e morreu", contou a artista em 2010 ao blogue do Citemor.
A mais recente criação da bailarina e coreógrafa espanhola estreou em Guimarães - Capital Europeia da Cultura e está inserida na programação do festival Temps d'Image. Para mais informações visite o site da Culturgest.


1.11.12

Obra produzida pelo Citemor na Culturgest

O espectáculo "Measure it inches", de António Pedro Lopes e Marianne Baillot, estreou no Citemor em 2011 e vai ser apresentado na Culturgest, no âmbito do programa Celebração que decorre de 1 a 4 de Novembro. A obra é uma co-produção com o Citemor, com o Théâtre de Vanves - Scéne Nationale de Danse, com o Espaço do Tempo e com o CCN Belfort. "Measure it in inches" decorre na sexta-feira, 2, às 22h.


António Pedro Lopes e Marianne Baillot | Measure it in inches | Vídeo de Hugo Barbosa e Pamela Gallo 




Para mais informações visite o site da Culturgest.