6.8.12

Nova criação de Dinis Machado no Citemor

Texto de Cláudia Teixeira

“Black Cats Can See In The Dark But Are Not Seen” foi apresentada em Berlim, onde a equipa artística esteve em residência, e tem antestreia marcada em Montemor-o-Velho para os dias 7 e 8 de Agosto

(fotografia de Marta Simões)

Amanhã, 7, e quarta-feira, 8, Dinis Machado apresenta a antestreia de “Black Cats Can See In The Dark But Are Not Seen”, a única obra co-produzida com o Citemor com residência artística, tendo esta decorrido em Berlim, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. O espectáculo constitui “um trabalho para três performers em acção para construir um único corpo”. “Através da sua relação com os materiais mais precários eles constroem dispositivos e olhares provisórios, num espaço onde o corpo enquanto elemento metabólico fundamental, se revela a si mesmo enquanto fonte primeira de desejo, vontade, possibilidade e prazer.” A peça vai decorrer no Teatro Esther de Carvalho, às 22h30.
Até ao dia 11 de Agosto, o público pode ainda visitar a instalação “De Costas”, do Teatro O Bando, na Praça da República, em Montemor-o-Velho, a qualquer hora do dia ou noite. Das 19h às 22h (excepto às segundas-feiras), no Quarteirão das Artes, está patente a vídeo-instalação “GATÕES - Fábrica de Descasque de Arroz 1 a 9 de 9”, de Susana Anágua, uma obra que se centra na produção de arroz característica do Baixo Mondego. As entradas são de livre acesso.
Sob o lema ‘Quem dá o que pode a mais não é obrigado’ o preço dos bilhetes será definido pelos espectadores no momento da sua aquisição e de acordo com a sua condição financeira e as suas expectativas. Desta forma, a direcção do Citemor define um modelo que “pretende ser inclusivo e desafiar o público a participar.”